Rocket Design

 

A Rocket Design é uma iniciativa que surgiu em meados de 2011 de um pequeno grupo de alunos do ITA (Instituto Tecnológico da Aeronáutica) com o objetivo de desenvolver projetos de foguetes. Para tanto, participa da IREC (Intercollegiate Rocket Engineering Competition), competição americana que ocorre anualmente envolvendo alunos de engenharia de diversos países. 

Missão: 

“The mission of the ITA team is to launch a system to be the winner of the Intercollegiate Rocket Engineering Competition in the Basic Category, according to the competitions rules” - A missão do time do ITA é criar um sistema que consiga se tornar o ganhador da Intercollegiate Rocket Engineering Competition na categoria básica, de a 

Visão: 

Posicionar o ITA como uma instituição capaz de produzir foguetes de alta qualidade e conteúdo técnológico a partir do desenvolvimento e envolvimento dos seus alunos de graduação e pós-graduação, a fim de se manter campeã de competições internacionais de foguetes. 

Valores: 

Dentre os diversos valores que norteiam a equipe, podemos citar como as principais: 

  • O desenvolvimento técnico dos integrantes
  • A forte interação com a indústria e outras instituições apoiadoras
  • O trabalho em equipe
  • A paixão por foguetes!

 

Projetos subsequentes: 

Como o projeto do foguete para a competição de ’12, o AIR-1, se mostrou muito bom, a equipe manterá as suas principais características para projeto da competição de ’13, focando na melhoria de alguns de seus componentes a partir de diversos testes e lançamentos. 

Resultados interessantes da Rocket Design:

 

  • 6th Intercollegiate Rocket Engineering Competition – 3° lugar da categoria básica e Prêmio “Jim Furfaro Award for Technical Excelence” pelo melhor projeto da competição;

 

 

  • 12 – 7th Intercollegiate Rocket Engineering Competition – 3° lugar na categoria básica e melhor projeto nesta categoria, sendo o segundo melhor projeto da competição (incluindo a categoria avançada)

 

 

Professores do ITA que apoiam a Rocket Design:

 

Geilson Loureiro - tecnologista sênior AIII do LIT (Laboratório de Integração e Testes, www.lit.inpe.br) do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, www.inpe.br) desde janeiro de 1988. Desde então vem trabalhando em diversos processos de ciclo de vida de produtos complexos, notadamente, satélites: manufatura eletrônica, montagem, integração, testes de termo-vácuo e de interferência e compatibilidade eletromagnética. Geilson foi eleito membro interno do Conselho Técnico e Científico (CTC) do INPE, em 2009, para um mandato de dois anos. Geilson representa a carreira de desenvolvimento tecnológico. Em 2001, ganhou o prêmio de funcionário destaque do LIT. Ele também é professor colaborador do ITA (www.ita.br) desde o ano 2000, ensinando Engenharia de Sistemas. Ele é um dos co-fundadores do programa de pós-graduação em Engenharia e Gestão de Sistemas Espaciais do INPE, iniciado no ano de 2007. Desde 2006, ele ensina Engenharia de Sistemas, Engenharia da Qualidade, e Montagem, Integração & Testes no INPE e a partir de 2008, dentro daquele programa. Ele tem muitas orientações de doutorado, mestrado e mestrados profissionais concluídas com uma produtividade média de 1 doutorado e 5 mestrados a cada 3 anos. Temas incluem desenvolvimento enxuto, postponement, times multidisciplinares, planejamento estratégico, engenharia de stakeholders, engenharia de requisitos, arquitetura de sistemas, transferência de tecnologia, escalabilidade, aquisição, projeto para integração, projeto para o meio ambiente, sustentabilidade, arquitetura organizacional. Em 2007, Geilson conduziu a organização do CE2007 (http://ce2007.lit.inpe.br) 14a Conferência Internacional do ISPE sobre Engenharia Simultânea com o tema Desenvolvimento de produtos complexos: inovação, colaboração e sustentabilidade. De março de 2004 a setembro de 2005, Geilson participou do projeto NASA CER (para o desenvolvimento de arquiteturas de sistema de sistemas de exploração espacial) no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts). Desde então, Geilson vem ajudando até 3 alunos do ITA por ano a se tornarem estudantes visitantes do MIT e a melhorarem suas perspectivas de carreira. Geilson obteve seu PhD no Departamento de Manufatura da Universidade de Loughborough, na Inglaterra, em 1999. Ele trabalhou em colaboração com a Ford da Inglaterra. Geilson desenvolveu um método para desenvolver simultaneamente arquiteturas de produto, de seus processos de ciclo de vida e das organizações que desempenham esses processos através de abordagens de modelagem de sistemas. Ele tem fornecido cursos in-company e consultoria a instituições dos setores aeronáutico, aeroespacial, automotivo e de energia, no Brasil. Ele é membro do INCOSE (www.incose.org, o Conselho Internacional de Engenharia de Sistemas) desde 1996, o primeiro brasileiro membro do INCOSE. Geilson obteve seu grau de mestre pelo ITA em 1994, trabalhando com QFD (desdobramento da função qualidade) e engenharia simultânea. Em 1991, ele foi certificado como Engenheiro da Qualidade pela Sociedade Americana para a Qualidade (ASQ). Em 1990, ele obteve a especialização em Gestão da Produção e Operações Industriais pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), de São Paulo. Em 1987, ele se graduou no ITA em Engenharia de Eletrônica obtendo a única distinção na Divisão Fundamental (2 primeiros anos de curso) daquela turma (de cerca de 100 alunos). ITA é uma das melhores escolas de engenharia do Brasil. Sua taxa de seleção está em torno de 1 vaga para 50 candidatos. Em 1982, Geilson foi primeiro lugar geral do vestibular unificado da Universidade Federal do Espírito Santo (seu estado natal), dentre um total de 12000 candidatos. Ele tinha somente 16 anos. 

 

José Henrique de Sousa Damiani - possui graduação em Engenharia de Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1974), mestrado em Science Technology And Public Policy pela George Washington University (1977) e doutorado em Engenharia Aeronâutica e Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1995). Atualmente é Consultor em aviação de segurança pública do Ministério da Justiça. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Pública. Atuando principalmente nos seguintes temas: Planejamento estratégico. 

 

Marcelo Farhat de Araujo - possui graduação em Engenharia de Mecânica Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1991), especialização em Administração de Recursos Humanos pelo Fundação Armando Álvares Penteado (2000) e mestrado em Engenharia Aeronâutica e Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (2007) . Atualmente é Assesor da Presidência para a Qualidade da Mectron e sócio do SouzAraujo Treinamento e Consultoria Empresarial. Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Gerência de Produção. Atuando principalmente nos seguintes temas: Planejamento Estratégico, PNQ - Prêmio Nacional da Qualidade, QFD, Qualidade e Desenvolvimento integrado de produtos. 

 

Waldecir João Perrella - possui graduação em Engenheiria Elétrica Modalidade Eletrônica pelo Instituto Mauá de Tecnologia (1974), mestrado em Engenharia Eletrônica e Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1979) e doutorado em Engenharia Eletrônica e Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1985). Atualmente é professor Associado I (2006) do Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Comunicação Digital, atuando principalmente nos seguintes temas: gps, espalhamento espectral, filtragem adaptativa e processamento digital de sinais. 

 

Sandro da Silva Fernandes - possui graduação em Engenharia Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1983), mestrado em Engenharia Aeronáutica e Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1986) e doutorado em Engenharia Aeronáutica e Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1992). Atualmente é Professor Associado I do Instituto Tecnológico de Aeronáutica, Revisor de periódico da Celestial Mechanics and Dynamical Astronomy e Revisor de periódico da Mathematical Problems in Engineering. Tem experiência na área de Engenharia Aeroespacial, com ênfase em Dinâmica de Vôo.

 

 Veja outras notícias relacionadas: