Pós-Graduação em Qualidade & Produtividade

Confira todas as informações sobre o seu curso de interesse.

  • Designed by fanjianhua / Freepik

TURMAS DISPONÍVEIS

Período Datas Investimento
Sábado
8:00 às 17:00
Início: 04/08/2018
Programação: Todos os Sábados
De: R$ 500,00 de matrícula + 15x de R$ 650,00 por:
R$ 400,00 de matrícula + 15x de R$ 580,00

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

A gestão da qualidade e da produtividade, como praticada hoje em dia, nasceu há cerca de 100 anos, e passou de simples técnicas de inspeção da qualidade no recebimento ou na expedição de produtos comprados ou vendidos, a uma vasta gama de ferramentas, métodos e sistemas aplicados tanto ao controle da qualidade, como também ao projeto de produtos e processos da empresa. Ultrapassou as fronteiras iniciais de aplicação exclusiva à indústria de manufatura para alcançar o setor de serviços e envolver toda a cadeia de produção: os fornecedores, a empresa, os clientes. De simples ferramentas de controle da qualidade e da produtividade, passou a integrar o planejamento estratégico das empresas como um dos principais vetores para seu crescimento ou mesmo sobrevivência. As empresas, em contrapartida, tendo seu interesse despertado para a qualidade e aumento da produtividade, demandam profissionais qualificados e capacitados nas suas ferramentas, métodos e sistemas de gestão. Dessa forma, o curso de pós-graduação em Qualidade & Produtividade se propõe a capacitar o profissional nele interessado nas principais ferramentas, métodos e sistemas de gestão da qualidade e produtividade, capacitando-o no uso e aplicação desse conhecimento nos processos ou produtos onde atua ou tem influência.
 

Objetivos do Curso

  • Propiciar uma visão geral estratégica da qualidade, sua evolução, suas abordagens, ferramentas, métodos e sistemas.
  • Capacitar o profissional a medir, compreender, avaliar e melhorar processos, com enfoques múltiplos, tais como qualidade, velocidade, confiabilidade, flexibilidade e custos.
  • Propiciar ao profissional o conhecimento das abordagens de análise de desempenho, tais como padrões históricos, padrões alvos, padrões de desempenho da concorrência e padrões de desempenho absolutos.
  • Ensinar os fundamentos e principais métodos da qualidade e da produtividade aplicados ao projeto de produtos e processos.
  • Capacitar o profissional no entendimento dos sistemas de garantia da qualidade, com ênfase na série ISO 9000.
  • Oferecer uma visão introdutória à gestão de custos e de projetos de melhorias; oferecer também uma visão introdutória da gestão da cadeia de suprimentos, com vistas à melhoria da qualidade e da produtividade na cadeia como um todo.
  • Introduzir o profissional aos princípios e métodos do Seis Sigma e do Lean Seis Sigma, a chamada qualidade do Século XXI.
  • Contribuir com o despertar de um comportamento analítico critico relativo ao exame, interpretação, planejamentoe implementação de ferramentas, métodos e sistemas da qualidade e produtividade.
  • Apoiar na produção de uma monografia de conclusão de curso, em área de interesse prático do aluno.
  • Fornecer subsídios teóricos relativamente à metodologia científica e didática de ensino superior.

 

Coordenação

Prof. Abílio Rodrigues Carvalho
Engenheiro Mecânico pela FEI. Engenheiro de Segurança pela FMU. PDE pela Fundação Dom Cabral. MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Pós-graduado em Engenharia da Qualidade Integrada pela UNINOVE. Técnicas Japonesas de Manufatura pela JMA (Japan Management Association). Experiência gerencial no segmento industrial, nas áreas da qualidade, produtividade, segurança, engenharia industrial de montagem, produção e projetos. Coordenador de projetos ISO e OHSAS. Atualmente lecionando em cursos de pós-graduação na ALPHA CHANNEL e FMU.

Prof. Antonio Gomes de Mattos Neto
Engenheiro pela Escola Politécnica da USP. Mestre pela UFRJ. Doutor pela Rice University, EUA. MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Dom Cabral. Professor de ensino superior, tendo lecionado no IME (Instituto Militar de Engenharia – RJ), PUC/RJ e UFBA. Experiência gerencial em P&D, produção, projetos e gestão integrada da qualidade, segurança, saúde e meio-ambiente. Atualmente atuando nas instituições de ensino superior ALPHA CHANNEL e FMU.


Profissionais das mais diversas áreas que enfrentam crescente necessidade de uso de ferramentas, métodos e sistemas da qualidade e produtividade aplicados a projeto e desenvolvimento de produtos e processos, controle da qualidade, gestão de sistemas da qualidade, coordenação da qualidade na cadeia de suprimentos e à análise dasexpectativas dos clientes. São eles engenheiros, gerentes e supervisores de diversos processos, analistas de marketing, economistas, atuários,administradores,analistas de laboratórios, profissionais da saúde (tais como médicos, biomédicos, enfermeiros, radiologistas, fonoaudiólogos), comerciários, compradores, analistas diversos, operadores logísticos, etc.


Matriz Curricular

Disciplinas Carga Horária
Gestão Estratégica da Qualidade e Produtividade 40
Garantia da Qualidade e Série ISO 40
Qualidade e Produtividade no Processo 40
Qualidade e Produtividade no Projeto 40
Gestão de Custos e Análise de Projetos de Melhorias 40
Qualidade e Produtividade na Cadeia de Suprimentos & Produção 40
Estatística Aplicada à Qualidade 40
Seis Sigma e Lean Seis Sigma 40
Metodologia Científica e Didática de Ensino Superior (EAD) 40
Carga Horária Total 360

 

PROGRAMA DO CURSO
 

GESTÃO ESTRATÉGICA DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE

Para obter sucesso na implantação de sistemas de Qualidade e em Programas de Produtividade, é de extrema importância que toda a empresa incluindo principalmente a alta direção, se comprometa e defina claramente a seus colaboradores a Gestão Estratégica da Q&P. Conforme Joseph Juran, toda revolução de sucesso na Qualidade teve a participação da alta gerencia, não conhecemos exceções. Portanto nessa disciplina serão abordados os conceitos do que é uma Gestão Estratégica, sua Política, Missão, Visão, Valores. Após essa abordagem pode-se apresentar a Gestão Estratégica da Qualidade, o que é Qualidade Total, a Gestão através do PDCA e sua interação com a Produtividade e a Competitividade. Serão apresentadas as formas de pensar e atuar dos Grandes Mestres da Qualidade. A evolução da Qualidade – as eras da inspeção da qualidade. Era do controle da qualidade do processo. Era da garantia da qualidade. Introdução ao Seis Sigma. Introdução ao Lean – Produção Enxuta. Combate ao desperdício. Gestão por Processos. Indicadores. Gestão a Vista. Padronização de Processos. Sistemas de Gestão baseado em normas. Sistema de Gestão da Qualidade. Introdução a ISO 9001 – 2015. Vantagens do Sistema Integrado de Gestão. Noções de  Auditoria de Sistemas, entre outros itens.

 
GARANTIA DA QUALIDADE E SÉRIES ISO

Nesta disciplina o aluno terá acesso a visão normativa da Qualidade através do Sistema ISO, com a evolução histórica das series ISO 9001 até o conteúdo, requisitos e estrutura da atual versão 2015. Entendimento do MASP (Método de Análise e Solução de Problemas). Identificação do problema, observação, análise, plano de ação, ação, verificação, padronização, conclusão. Conhecimento das Ferramentas da Qualidade. A importância da Satisfação de clientes internos e externos. Melhoria Contínua, Management Review. Logística reversa. Recall. Gestão Integrada com os principais requisitos da Gestão Ambiental ISO 14001 e da Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional OHSAS 18001 (Futura ISO 45001), Panorama geral do Gerenciamento de Riscos (ISO 31000) e do Desenvolvimento Sustentável.

 
QUALIDADE E PRODUTIVIDADE NO PROCESSO

Neste módulo trataremos dos principais Processos de uma organização, que começam no Recebimento de itens/produtos e serviços. Controles e autocontroles, até a saída dos mesmos, fazendo uso de Testes finais, Auditorias, Testes de rodagem, Bloqueios. Principais tópicos da Assistência Técnica. Indicadores Qualidade & Produtividade. Como medir, compreender, avaliar e melhorar. Análise de desempenho: padrões históricos, padrões alvos, padrões de desempenho da concorrência, padrões de desempenho absolutos. Conceituação de produtividade, Eficiência, Eficácia. 5S -  House Keeping / Principais Tópicos da TPM. Estudo de métodos. Rotinas de fabricação. Balanceamento de linhas. OEE. Capacidade de instalações. Técnicas japonesas que se destacaram na Toyota durante a reconstrução da 2ª guerra mundial e a levaram a ser uma das principais empresas do mundo, aliando Qualidade, Produtividade e Inovação: Takt Time, Set up rápido (SMED), Fluxo de valor, Kanban, Just in time (JIT), Kaizen e outros.

 
QUALIDADE E PRODUTIVIDADE NO PROJETO

Quando se quer produtos robustos, com qualidade, confiabilidade e com eficiência nos seus processos, e ainda que seja um produto amigável com o meio ambiente e seguro para funcionários e usuários, é fundamental que isso seja pensado já no seu nascimento, ou seja, no projeto e nos dados de entrada de sua concepção, com a verificação na sua saída do projeto. Para isso nesta disciplina a ênfase será o estudo das cinco fases do projeto e processos. Tipos de projetos. Modelos de gerenciamento de projetos. Projetos de desenvolvimento de novos produtos. Testes de protótipos. Testes de vida. Lay outs. Lote piloto. Análise crítica de segurança, de ergonomia e ambiental com participação das áreas correlatas. Noções do QFD e suas 4 fases. Qualidade planejada e qualidade projetada. Noções da Engenharia robusta de Taguchi. Etc.

 
GESTÃO DE CUSTOS E ANÁLISE DE PROJETOS DE MELHORIAS

Conforme William Deming, não se pode administrar aquilo que não pode medir. A melhoria contínua e o ataque ao desperdício exige que o profissional tenha também uma visão de como aquilatar custos de produtos/ itens, custeio de produtos, Budget, margens, principais tópicos da Gestão Financeira para poder empreender bons programas de redução de custos e assim manter sua organização, produto ou serviço competitivo e se manter no mercado. É igualmente importante a noção de Custos da Qualidade: Custos de conformidades e não conformidades. Custos de prevenção, avaliação e falhas. Custos de falhas externas e com isso entender a relação da qualidade e custos. Saberá fazer também a Análise de Investimentos e Determinar a taxa de retorno de projetos e Taxa interna de retorno entre outros tópicos

 
QUALIDADE E PRODUTIVIDADE NA CADEIA DE SUPRIMENTOS & PRODUÇÃO

A grande maioria das organizações abandonou sua estrutura horizontal onde fabricavam praticamente todos os seus itens e agora possui estrutura vertical, mais focada apenas nos seus itens mais importantes, buscando no mercado a melhor relação custo, beneficio do restante dos itens ou serviços. Nesta disciplina verificaremos como é feito para selecionar o parceiro adequado e como isso impactará os processos internos de forma geral, como coordenar a Qualidade e Produtividade desta integração, a melhoria na eficiência e redução de custos com essas parcerias, como isso impacta na satisfação dos clientes. Decisão make or buy. Avaliação e auditoria de fornecedores, prestadores de serviços e terceiros. Como classificar os fornecedores e decidir sobre quais são os de melhor potencial, os que devem ser descartados. Contratos e administração de contratos: materiais e serviços, como demandar os requisitos necessários à boa continuidade dos sistemas internos, e de outros pontos afim.


ESTATÍSTICA APLICADA A QUALIDADE

Logo no início da história moderna da qualidade, Walter Shewhart desenvolveu uma abordagem conhecida como Controle Estatístico do Processo (CEP), enquanto que colegas seus construíram as bases do que chamamos de Inspeção por Amostragem. Mostrando-se técnicas muito eficientes, com o passar dos anos ampliaram seu leque de abrangência, abraçando não só as indústrias de manufatura – onde nasceram – mas também as de processo e empresas de serviços. Para aprender sobre essas técnicas, uma boa ordem é iniciar com uma cuidadosa apresentação das 7 Ferramentas Básicas da Qualidade: Estratificação, folha de verificação, histograma, diagrama de barras, diagrama de causa e efeito, diagrama de dispersão, cartas de corridas (run charts). Depois, passar para as principais distribuições de probabilidades aplicadas ao controle da qualidade, e os conceitos de medidas de tendência central e de dispersão. Neste ponto o terreno está pronto para a introdução dos métodos de controle estatísticos da qualidade: Amostragem de aceitação, planos de amostragem, estratégia geral do CEP, suas cartas de controle e, finalmente, as técnicas de análise de capacidade de processo. 

  
SEIS SIGMA E LEAN SEIS SIGMA

Na década de 80 do século passado, na Motorola, que lutava para reverter um quadro de crescente perda de market share, nasce uma nova abordagem da qualidade, batizada de “Seis Sigma”. Como a maioria das novas abordagens, trouxe técnicas e ideias genuinamente novas, mas sem deixar de buscar apoio em técnicas já conhecidas. Muitas empresas adotaram essa nova abordagem, que provou ser muito efetiva quando bem aprendida e aplicada. Veio a ser nomeada de “Qualidade do Século XXI”. Aqui, discutiremos seus principais conceitos e pilares, e a força que possuem quando são combinados e aplicados na condução de projetos de melhoria da qualidade. Explicaremos o que significa “ser 6 sigma”. Daremos destaque ao seu ritual de gerenciamento de projetos – o DMAIC – um dos seus pilares mais fortes. Finalmente, explicaremos o que vem a ser “Lean Seis Sigma” e como, de forma prática e inteligente, uniram-se fundamentos do Seis Sigma com os paradigmas, conceitos e abordagens do Lean Manufacturing, que por vezes é chamado de Lean Operations, quando se tem em foco empresas de serviços e não de manufatura. Esta disciplina propiciará um excelente entendimento geral sobre essas duas abordagens, Seis Sigma e Lean Seis Sigma.


METODOLOGIA CIENTÍFICA E DIDÁTICA NO ENSINO SUPERIOR

Foi através do método científico que a humanidade mudou tudo que existe no mundo nos últimos 200 anos. Um rápido exame, só dos últimos 30 anos, já nos deixará estupefatos, pois não tínhamos sequer smartphones há 30 anos, e a internet apenas engatinhava. E hoje, sem eles, não sabemos mais viver! Por isso entender sobre a metodologia científica, que propiciou tudo isso, é tão relevante. Ela é parte central do processo de inovação. Veremos então vários tópicos centrais ao estudo da metodologia científica, incluindo o planejamento e a redação de trabalhos científicos. Mas, além disso, com o propósito de capacitar você – nosso pós-graduando – à docência no ensino superior, discutiremos também técnicas ligadas ao tema didática no ensino superior, tais como relação professor-aluno, recursos de ensino, técnicas de avaliação, e assim por diante. Didática no ensino superior vem de uma diretriz do MEC. Você, então, além de ser um profissional do mercado de trabalho, poderá também, se mostrar pendor, transformar-se num professor, para isso já tendo aprendido algumas coisas sobre este assunto aqui conosco. Essa disciplina será oferecida na modalidade EAD.